Processo Seletivo Seriado - PSS

Perguntas Frequentes

A partir de 2016 a cédula de identidade é item obrigatório para inscrição dos candidatos do PSS I, PSS II e PSS III. Para a inscrição no PSS I, não será mais aceito o carimbo de identificação do estabelecimento de ensino em que se encontra matriculado, carimbado no local em que deveria colar a fotocópia da sua cédula de identidade.

Essa modalidade de seleção seriada avalia o aluno ao longo da sua formação nas três séries do ensino médio, sendo uma alternativa para ingresso nos cursos superiores de graduação. Durante os três anos do ensino médio, o aluno realiza a prova correspondente ao seu nível conhecimento (PSS I - primeiro ano do ensino médio, PSS II - segundo ano do ensino médio e PSS III - terceiro ano do ensino médio). 

A prova será realizada em um único dia, no horário da tarde das 15h00min às 19h00min, nas cidades e locais definidos no manual do candidato. 

A prova será realizada preferencialmente na localidade indicada pelo candidato no momento da inscrição, tendo como 1a opção a CIDADE DE REALIZAÇÃO DE PROVAS.

É de inteira responsabilidade do candidato a verificação do local em que deverá fazer a prova.

O candidato pode consultar no site da CPS no menu LOCAIS DE PROVA, opção PSS.

O conteúdo programático exigido consta no manual do candidato correspondente às provas do PSS I, IIIII.

Os conteúdos programáticos para as provas do PSS I de Literatura e Redação são regidos pela Resolução CEPE nº 056, de 16 de dezembro de 2014.

Também foram incluídas as disciplinas de Sociologia e Filosofia;

Literatura recomendada:

  • Melhores poemas (Cláudio Manoel da Costa)
  • Cartas Chilenas (Tomáz Antônio Gonzaga).

A prova do PSS I, que vale no máximo 1.000 (um mil) pontos, contém 60 (sessenta) questões de somatório e uma questão de redação-produção textual com uma proposta temática para comentários em blog, crônicas jornalísticas, narração escolar ou relato autobiográfico, com o valor máximo de 100 (cem) pontos.

1.    Questões de alternativas múltiplas são aquelas que apresentam, no máximo, quatro alternativas, indicadas com os números 01, 02, 04 e 08. A resposta correta será a soma dos números correspondentes às alternativas verdadeiras.

2. Nas questões de alternativas múltiplas, a atribuição de pontos só será feita quando o valor numérico assinalado incluir pelo menos uma alternativa verdadeira e nenhuma alternativa falsa. Portanto, a pontuação integral ou parcial de uma questão só será feita se o somatório apresentado não incluir alternativa(s) falsa(s).

3. O valor das questões de alternativas múltiplas consta na tabela abaixo:

4. Para determinar a pontuação final da prova do PSS I – 2015, o somatório das pontuações alcançadas nas questões objetivas poderá sofrer, se necessário, arredondamento aritmético da casa decimal. 

5 - Para a marcação correta das respostas das questões no cartão de respostas, o candidato deve preencher os quadrados que contêm os números das respostas, de forma completa e uniforme, por meio de caneta ESFEROGRÁFICA ESCRITA GROSSA, TINTA AZUL-ESCURA OU PRETAMATERIAL TRANSPARENTE, para que se possa fazer a leitura óptica correta dos dados. Do preenchimento incorreto do cartão poderá advir em prejuízo para o candidato. 

6 – Para todas as questões, o algarismo zero, mesmo que esteja à esquerda no número, deve obrigatoriamente ser assinalado.

Os conteúdos programáticos para as provas do PSS II de Literatura e Redação são regidos pela Resolução CEPE nº 056 de 16 de dezembro de 2014. Exceto a questão de Redação que terá os gêneros ampliados e a Literatura com novas obras literárias.

Também foram incluídas as disciplinas de Sociologia e Filosofia;

Literatura recomendada:
 

  • Noite na Taverna (Alvarez de Azevedo)
  • O Alienista (Machado de Assis).

A prova do PSS II, com 60 (sessenta) questões de alternativas múltiplas (somatório) que vale no máximo 1.000 (um mil) pontos, contém uma questão de redação, com uma proposta temática para carta de reclamação, carta resposta à reclamação, texto de opinião dissertativo-argumentativo, notícia ou resumo, com o valor máximo de 100 (cem) pontos.

1.    Questões de alternativas múltiplas são aquelas que apresentam, no máximo, quatro alternativas, indicadas com os números 01, 02, 04 e 08. A resposta correta será a soma dos números correspondentes às alternativas verdadeiras.

2. Nas questões de alternativas múltiplas, a atribuição de pontos só será feita quando o valor numérico assinalado incluir pelo menos uma alternativa verdadeira e nenhuma alternativa falsa. Portanto, a pontuação integral ou parcial de uma questão só será feita se o somatório apresentado não incluir alternativa(s) falsa(s).

3. O valor das questões de alternativas múltiplas consta na tabela abaixo:

 

4. Para determinar a pontuação final da prova do PSS II – 2015, o somatório das pontuações alcançadas nas questões objetivas poderá sofrer, se necessário, arredondamento aritmético da casa decimal. 

5 - Para a marcação correta das respostas das questões no cartão de respostas, o candidato deve preencher os quadrados que contêm os números das respostas, de forma completa e uniforme, por meio de caneta ESFEROGRÁFICA ESCRITA GROSSA, TINTA AZUL-ESCURA OU PRETAMATERIAL TRANSPARENTE, para que se possa fazer a leitura óptica correta dos dados. Do preenchimento incorreto do cartão poderá advir em prejuízo para o candidato. 

6 – Para todas as questões, o algarismo zero, mesmo que esteja à esquerda no número, deve obrigatoriamente ser assinalado.

Os conteúdos programáticos para as provas do PSS III de Literatura e Redação são regidos pela Resolução CEPE nº 037 de 10 de março de 2009. Exceto a questão de Redação que terá os gêneros ampliados e a Literatura com novas obras literárias

Literatura recomendada:

  • Recordações do escrivão Isaías Caminha (Lima Barreto)
  • O aprendiz de feiticeiro (Mário Quintana)
  • O grande Mentecapto (Fernando Sabino)
  • Quase-Memória, quase romance (Carlos Heitor Cony)
  • Amor e outros contos (Luiz Vilela).

A Prova do PSS III, que vale no máximo 1.000 (um mil) pontos, contendo uma questão de redação, com uma proposta temática para carta de reclamação, carta resposta à reclamação, texto de opinião dissertativo-argumentativo, notícia, resumo, com o valor máximo de 100 (cem) pontos, e 60 (sessenta) questões de alternativas múltiplas.

1.    Questões de alternativas múltiplas são aquelas que apresentam, no máximo, quatro alternativas, indicadas com os números 01, 02, 04 e 08. A resposta correta será a soma dos números correspondentes às alternativas verdadeiras.

2. Nas questões de alternativas múltiplas, a atribuição de pontos só será feita quando o valor numérico assinalado incluir pelo menos uma alternativa verdadeira e nenhuma alternativa falsa. Portanto, a pontuação integral ou parcial de uma questão só será feita se o somatório apresentado não incluir alternativa(s) falsa(s).

3. O valor das questões de alternativas múltiplas consta na tabela abaixo:

4. Para determinar a pontuação final da prova do PSS III – 2015, o somatório das pontuações alcançadas nas questões objetivas poderá sofrer, se necessário, arredondamento aritmético da casa decimal. 

5 - Para a marcação correta das respostas das questões no cartão de respostas, o candidato deve preencher os quadrados que contêm os números das respostas, de forma completa e uniforme, por meio de caneta ESFEROGRÁFICA ESCRITA GROSSA, TINTA AZUL-ESCURA OU PRETAMATERIAL TRANSPARENTE, para que se possa fazer a leitura óptica correta dos dados. Do preenchimento incorreto do cartão poderá advir em prejuízo para o candidato. 

6 – Para todas as questões, o algarismo zero, mesmo que esteja à esquerda no número, deve obrigatoriamente ser assinalado.

Sim. A isenção da taxa de inscrição no PSS é limitada a 10% do total de alunos inscritos de cada colégio público. Para alunos com situação de carência econômica familiar, o colégio estabelece parâmetros e critérios para a seleção.

É importante que o colégio entregue à CPS a relação de alunos beneficiados, em data definida no manual do candidato para este fim, além de torná-la pública em edital do próprio colégio.

Para se inscrever no PSS I, o candidato dever ter iniciado a primeira série do Ensino Médio na rede oficial de ensino no início do ano letivo.

Para se inscrever no PSS II e III, o candidato deverá renovar sua inscrição e estar matriculado na série correspondente ao processo de seleção, isto é, se o candidato deseja se inscrever no PSS II ou PSS III, deverá estar matriculado na segunda ou terceira série do Ensino Médio respectivamente.

Para efetuar a inscrição, primeiramente, o candidato deverá acessar o site www.uepg.br/pss e realizar o download do manual do candidato. Em seguida deverá informar o nome do colégio em que está matriculado, bem como o número do seu CPF, ou do CPF do pai ou responsável, ou ainda, do responsável pela inscrição. Na próxima etapa, o candidato deverá imprimir o boleto bancário para efetuar o pagamento da taxa de inscrição, em qualquer local integrado ao sistema de cobrança por aviso de compensação bancária, até a data final do período de inscrição. Após dois dias úteis do pagamento da taxa de inscrição, deverá ser impresso em folha de papel A4, a ficha de inscrição que deverá ser apresentada para ingresso no local de prova. 

As inscrições são normalmente realizadas entre os meses de agosto a setembro.

O cartão de resposta apresenta o sistema somatório, conforme o seguinte modelo:

Não. O Processo é seriado, ou seja, o candidato deverá obrigatoriamente realizar os três processos seletivos (PSS I, II e III). A falta da pontuação de qualquer um dos processos (1000 pontos para cada processo) inviabiliza a obtenção de nota mínima para classificação. 

Sim. No primeiro e segundo ano do ensino médio, o candidato fará a inscrição normalmente para o PSS I e PSS II. A inscrição para o PSS III deverá ser realizada no quarto ano do ensino médio.

Não. Após a confirmação da inscrição não será possível corrigir nenhum dado da ficha de inscrição.

Os candidatos do PSS I poderão corrigir os dados incorretos quando da renovação da inscrição do PSS II e assim consecutivamente, ou seja, candidatos do PSS II poderão corrigir seus dados quando da renovação do PSS III. Os dados informados incorretamente no PSS III só poderão ser corrigidos no momento da matrícula, caso o candidato seja aprovado.

O candidato poderá realizar as provas sem nenhum prejuízo, porém, a informação incorreta da data de nascimento na inscrição do PSS III, pode alterar o critério de desempate para obter classificação.


Maiores Informações acesse: https://ead.uepg.br .